A nova versão de Bring Me To Life deixou Amy Lee “muito feliz”!

O site internacional Loudwire, especializado em música, publicou uma notinha sobre uma recente entrevista que a Amy concedeu à imprensa australiana sobre a nova versão do grande sucesso “Bring Me To Life”, onde não há o rap incluso. Leiam a tradução abaixo e entendam a razão pela qual Amy diz estar muito contente com esse lançamento.

O hit de estreia do Evanescence, “Bring Me To Life”, é notável pelo fato de que não se parece com nenhum outro trabalho da banda, em parte graças ao rap que existe no refrão da música. O próximo lançamento da banda, Synthesis, terá várias canções do Evanescence repaginadas, incorporando elementos orquestrais e eletrônicos nas composições originais. Em uma recente entrevista ao site News.com.au, a vocalista Amy Lee expressou estar “muito feliz” em lançar a versão de Bring Me To Life sem a parte do rap.

Sobre a versão original ela diz, “Deus abençoe o rap, é parte do que nos colocou na rápido, eu acho. Pelo menos de acordo com todas as regras do rádio com as quais eu não concordo ou entendo. O rap não era parte da nossa ideia nem do nosso som original, foi um compromisso em várias maneiras. Então, ser capaz de voltar para a versão original da canção foi algo ótimo.”

Lee falou sobre as formas que a música mudou naturalmente com o tempo. “A gravação da canção que acaba sendo aquela que você escuta a maior parte do tempo é normalmente quando ela acabou de ser escrita. Você ainda está a aprendendo e se acostumando com como são as notas e como são as partes. Essa é a verdade para ‘Bring Me To Life’, com certeza. Depois de tocá-la ao vivo por tanto tempo, tem diferentes escolhas vocais que eu fiz e coisas diferentes que pudemos usar nessa versão”, explica a cantora.

Ela adiciona que frequentemente “esquece” que existe um rap na versão original, dizendo, “Naquela época foi um grande problema, era nosso primeiro single. Eu queria que as pessoas entendessem quem nós éramos. Essa é uma luta que você sempre tem enquanto artista. Se nós tivéssemos apenas um sucesso, se ninguém ouvisse falar de nós de novo, então ninguém entenderia quem éramos. Nós passamos desse ponto, então o rap não me deixa brava mais. Eu estou muito feliz de lançar uma nova versão sem o rap, aliás.”

O rap original foi performado pelo vocalista da banda 12 Stones, Paul McCoy. O Evanescence já lançou algumas músicas do próximo álbum, incluindo a inédita “Imperfection”, e a nova versão de “Bring Me To Life”.

O álbum Synthesis será lançado no dia 10 de novembro.

Originally from Loudwire.
We do not claim this article to be ours.

Comentários no Facebook
231 visualizações no total 1 visualizações hoje